Posts Tagged 'suécia'

dcpv – a suécia de jamie oliver

número 302
30/08/2011

A Suécia de Jamie Oliver.

Quem passa por aqui, sabe que eu não morro de amores pelo Jamie Oliver. Eu o acho um tanto quanto falastrão, meio porquinho (não asseado pros politicamente corretos) e até com alguns problemas de identidade (cazzo, eu nunca vi um cara querer ser tão italiano quanto ele!).

Mas sou obrigado a dizer que acho os livros dele muito bons. Todos tem um grande projeto gráfico, são charmosos e sempre trazem algumas informações incríveis acopladas às receitas. Portanto, quando vi o Jamie Viaja (Editora Globo) na livraria, foi paixão a primeira vista. Tudo bem que lá estavam as manjadas França, Espanha, Itália (ela de novo, Jamie?), mas em compensação, também continha Marrocos, Grécia e a … Suécia.

Suécia? É isto mesmo. Também achei estranho, mas li o capítulo inteiro e depois disso, Estocolmo entrou num lugar de gala na nossa wish list.

O lugar parece bem bonito e melhor, tem uma gastronomia bastante interessante com ingredientes exclusivos e com formatos diferentes de preparar as receitas.

Não precisa nem dizer que escolhi algums delas pra fazer um menu sueco da gema aqui no dcpv.

Vamos lá, então!

Entradas – Sopa de ervilha  e Camarão na Torrada.

“Os suecos se alimentavam desta sopa de ervilha desde a Idade Média. Antigamente, todos enchiam a barriga com esta sopa na quinta-feira, para passar pelo jejum da sexta-feira. Com lembrança desta tradição, quinta ainda é o dia da sopa de ervilha no Exército e na Marinha”.

Aqui em Ferraz, a tradição será criada a partir de hoje. Todas as terças, sopa de lentilha.E porque lentilha? Porque eu não tinha ervilha amarela aqui em casa. 🙂

Mas ficou boa do mesmo jeito. Veja: ponha uma panela grande em fogo baixo. Frite salsão e cebola bem picados e um pouco de ervas secas (tomilho e orégano) num fio de azeite e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos, mexendo de vez em quando até os legumes estiverem macios. Junte a lentilha (500g), 1 pedaço de 250 g de presunto defumado cozido e acrescente 1,5 litros de caldo de galinha. Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 50 minutos.

Tire o pedaço de presunto e corte-o em pedaços.Esmague grosseiramente as lentilhas,  junte os pedaços do presunto e tempere com pimenta e sal.

Sirva bem quente com um pouco de azeite e uma boa porção de mostarda de Dijon. É uma delícia e que as cidades vizinhas da grande SP se preparem pra nossa invasão!

Já o Skagen, mais conhecido como Camarão na torrada, é “o equivalente sueco do coquetel de camarões … que emprega quantidades generosas de limão e endro na maionese“.

Esta é facílima de fazer. Misture num bowl, 500 g de camarão limpo e cozido, 1/2 cebola ralada, 1/2 maço de endro bem picado, 3 colheres de sopa de azeite e  4 colheres de sopa  de creme azedo (faça com creme de leite misturado com algumas gotas de limão e deixado em lugar aquecido por algumas horas).

Tempere com sal e pimenta. Misture e sirva em fatias de pão branco grossas e colocadas numa frigideira bem quente …

… com pedaços de manteiga …

… até torrarem.

Refrescantes …

… e certamente poderiam ser até pratos principais, pois tem sustância.

O vinho tinto brasileiro Coletânea Lidio Carraro 2009 caiu muito bem e foi “corpo, saravá, cassiano, surpreendente”.

Principal – Almôndegas suecas.

Mesmo pessoas que não sabem muito da culinária sueca já ouviram falar ou até experimentaram este grande prato, as almôndegas suecas, especialmente depois que a Ikea se espalhou pelo mundo (ouvi dizer que vendem muito desses bolinhos em suas lojas)”.

Bom, enquanto não temos Ikea no Brasil e imagino que na Tok&Stok não deva ter também; o negócio é pegar esta receita aqui mesmo e experimentar em casa.

As almôndegas são feitas de 300 g de carne de porco moída, 300 g de carne bovina moida, …

… 1 punhado ervas frescas picadas (se tiver dill, inclua-o), 1 ovo grande, 100 ml de leite, 75 g de farinha de rosca, 1 colher de chá de pimenta da Jamaica (importante) …

… sal, pimenta do reino e duas mãos.

As suas mãos que serão utilizadas pra misturar, enrolar e moldar as almôndegas.

Que ficarão numa forma untada na geladeira por uma hora e logo após, fritas com um pouco de azeite numa panelona com fundo grosso.

Após estarem bem douradas, retire-as e faça o molho.

Junte suco de 1/2 limão siciliano (cuidado.Vai espirrar muito!), 300 ml de caldo de carne, 1 colher de sopa farinha de trigo, 60 ml de creme de leite e 1 colher bem cheia de geléia vermelha (usei de Blueberry). Deixe ferver, baixe o fogo até reduzir e ficar com uma consistência que vá aderir as almôndegas.

Volte as almôndegas pra panela e mexa bem.

Eu servi acompanhado dum arroz branco frito em manteiga noisette, com um pouco de amêndoas torradas e ervas frescas picadas.

O Jamie não disse nada, …

… mas este saboroso prato (o sabor da pimenta da Jamaica é demais) serviria pra matar a fome de vários soldados!

Como estávamos verificando a qualidade dos produtos Lidio Carraro, abrimos um Quorum 2005, o top deles. O achamos “pepper, fanta, formidable,quedadíssimo“.

Sobremesa – A torta de frutinhas mais rápida.

“Esta receita pode parecer estranha, mas a combinação de sabores e texturas funciona muito bem. Esta é basicamente uma torta de frutinhas espalhadas a esmo, para criar uma sobremesa incrivelmente deliciosa de fazer”.

De vez em quando, o Jamie dá uma escorregada na denominação das suas receitas. E também de vez em quando, as traduções destes livros dão uma derrapada. Esta é uma delas.

Resumidamente é uma torta com uma massa bem gostosa formada por farinha de trigo, açúcar de confeiteiro, manteiga, ovo e leite.

E um recheio de açúcar de baunilha (aquele da fava), creme de leite fresco, raspas de casca de laranja, frutas silvestres (no nosso caso, o máximo de silvestres que conseguimos foram morangos. Que saudades do sex shop!), suspiros partidos (o doce, não o ato de suspirar) e acúcar de confeiteiro pra polvilhar.

O erro crasso foi não ter batido o creme do formato certo. Resultado? Ficou mole demais  e a torta, apesar de gostosa, ficou parecida com lava de vulcão (tem na Suécia?).

Como upgrade, um novo Spirits by Flávio Federico Dolci, desta vez o de Rosa&Lichia que foi servido com um pouco de frutas silvestres, ops, morangos esmagados.

Eisa opinião dos loiros altos, bonitos e sensuais:

Malmoe, Edstron, Estocolmo: Suécia na cabeça. (Edu)
“Estou col mo” eu, de barriga forrada. (Déo)
Síndrome de Estocolmo (estou sequestrado). (Mingão)

Como diria o grande Jamie, “não quero apenas que este livro o liberte das velhas dúvidas sobre o que vai fazer para o jantar. Quero que ele injete em você um pouco de impulsividade, porque seu propósito é mostrar como é fácil, compensador, estimulante pegar o carro, um trem, um onibus, ou um avião e mergulhar em outra cultura.”

Pode deixar. Vamos explorar as terras próximas (Poá, Suzano, Mogi, Guaianazes??) e nos divertir muito, além de aumentar a nossa cultura.

Ah! Mr Oliver, bem que o senhor podia ser assim na TV também, né?

Till och med.

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 657 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.441.210 hits
abril 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Atualizações Twitter