dcpv – dia uno – espanha – la rioja – o pior elciego é o que não quer ver. ou marques de riscal, o hotel do frank gehry

22/06/11

Dia unoEspanha – La Rioja – O pior Elciego é o que não quer ver. Ou Marques de Riscal, o hotel do Frank Gehry

Escolhemos um vôo noturno pra Madri. Saímos pontualmente as 20:55 (mentira, as 21:30 hs. Ê, Copa do Mundo!) e chegamos na capital espanhola perto das 13:30 hs.

A alfândega foi tranqüila (apesar de todos os comentários em contrário); pegamos o nosso carrão (literalmente) alugado na Europcar e zarpamos direto pra Elciego em plena La Rioja. Tínhamos um compromisso agendado.

Todo o caminho até lá (uns 350 km) foi feito de maneira poética, já que a natureza e a tecnologia colaboraram: são montanhas lindas, …

… com o céu mais ainda e estradas acarpetadas; …

… touros estrategicamente posicionados, …

… casinhas e igrejas bacanas, …

… hélices eólicas gerando energia (será que não temos o mesmo potencial?), …

… até chegarmos a um hotel que é uma verdadeira obra de arte …

… o Marques de Riscal, que foi projetado pelo famoso arquiteto canadense Frank Gehry, aquele mesmo do Guggenheim.

Ele fica na bodega homônima e numa cidade muito pequena, Elciego.

É tão pequena que quando chegamos, o prefeito estava nos esperando com uma chave do lugar e agradecendo pelo aumento da densidade demográfica (dê uma espiada na vista do nosso fantástico quarto).

O compromisso inadiável era com o próprio spa do hotel que tem tratamentos totalmente baseados em vinho.

E fizemos um programa muito aconselhável pra quem passou 10:00 hs num avião e mais 3,5 num carro: uma massagem a dois e melhor, com base em cera de vela, azeite e vinho. Olha, foi muito reconfortante.

Como o sol se põe muito tarde nesta época (por volta das 22:00hs), tivemos tempo de arrumar tudo no belíssimo quarto com uma “vista espetacular” conforme o descrito no site e fomos comer alguma coisinha no bistrô do hotel, o 1860, que é justamente a data em que o primeiro vinho foi engarrafado na bodega Marqués de Riscal.

E pra quem esperava comer só umas coisinhas, fomos surpreendidos e muito.

O lugar é muito bonito e tem uma comida de altíssima qualidade.

A começar pelo ambiente gheryano de primeira e com um couvert simples contendo um dos melhores, senão o melhor pão que comemos nas nossas vidas, coadjuvado por um azeite de primeiríssima linha.

Como entrada, eu e a Dé dividimos croquetas de queijo (você ainda vai ouvir muito falar delas nesta viagem) que simplesmente derretiam na boca.

Acompanhamos tudo com um simples vinho da casa, um branco Limousin 2008 que terei que forçosamente levar no dromedário (esta história eu prometo que conto mais tarde).

Como principais, dois peixes. A Dé foi num bacalao fresco ao horno con refrito e patatas panaderas. Um espetáculo untuoso.

Eu, de rape com almejas y setas da temporada con salsa marinera que estava bom demais.

Olha, queríamos parar por aqui, mas além de gostarmos cada vez mais do lugar, …

… não tivemos como recusar a sobremesa oferecida pela simpática garçonete: uma tosta templada com quezo de Cameros, helado de miel e manzana reineta.

O que que é isso minha gente: o negócio é tão bom que tiramos fotos da “crianza” de vários ângulos.

Conta paga, só nos restou dar uma passada no térreo pra ver como se comporta a obra de arte com a iluminação noturna.

Acho que está aprovada, né?

Vamos lá que a viagem começa amanhã.

Até parece!

Hasta.

.

Anúncios

14 Responses to “dcpv – dia uno – espanha – la rioja – o pior elciego é o que não quer ver. ou marques de riscal, o hotel do frank gehry”


  1. 1 Bruna do Gourmandisme julho 15, 2011 às 9:42 am

    Marques de Riscal não decepciona nunca… Belo post!

  2. 2 eymard julho 15, 2011 às 1:25 pm

    Belissimo post! Bravo, Sr. Edu. Dessa vez os pezinhos descansaram somente em Rioja, a base de vinho. Croquetas?? Sonho de consumo dos meus filhos.

  3. 3 Madá julho 16, 2011 às 7:19 pm

    Edu, que máximo esse SPA ! Vi a chamada no FB e vim correndo.
    Adorei as curvas do Frank Gehry (de dia e de noite) e os nanquins ! Não sei se também eram dele.
    Chiquérrimo o sapatito da Dé, bem no clima do arquiteto da hora.
    E essa limousine dos vinhos … Vou querer a chave da cidade emprestada!

  4. 4 Ameixinha julho 17, 2011 às 6:25 pm

    Até fico com febre espanhola só de ver tudo isso 😉 Adorei o sapato da Dé, ela é ouro da cabeça aos pés ha ha

  5. 5 eduluz julho 19, 2011 às 7:37 pm

    Bruna, já não decepciona, só pelo visual. Imagine se hospedando lá!!

    Sócio, esta viagem foi feita pros teus filhos. São croquetas em cima de croquetas. Criamos até o guia 4quetas!! rs
    E não foram só os pezinhos que descansaram em La Rioja. Foi o corpo todo!! 🙂

    Madá, os nanquins são do Gehry, sim e melhor, são os rascunhos do projeto do hotel.
    A Dé mandou avisar que adorou a citação sobre o sapato dela.
    O Limousin foi devidamente “importado” , mas a chave teve que ficar por lá. Ela era muito pesada e tivemos que optar por ela ou pelos “mantimentos” ! rsrs

    Ameixa, a Dé tinha apostado que você falaria do sapato dela!! rsrs
    E concordo em gênero, número e grau com você!!

    Abs vascos pra todos.

  6. 6 RosaBsb agosto 19, 2011 às 11:33 am

    Família Iluminada, chegeui aqui depois de ler o post no VnV.
    Estou precisando de uma, ou melhor, algumas luzes: minfa filha vai casar em 10/12, eu não sei a diferença de vinho, espumante ou frisante e queria uma dica de quem entende. Haverá um coquetel, seguido de jantar para 200 convidados e não é nada hiper fino, mas quero não cometer nenhuma gafe. Eu comprei Whisky Johnnie Walker Black Label , mas essa minha dúvida ainda não consegui esclarecer. Podem dar um pitaco?
    Agradeço muito.

  7. 7 RosaBsb agosto 19, 2011 às 11:36 am

    Há sim… estou pedindo essa luz porque acho vocês muito simpáticos e finos. Concordando com os comentários sobre os sapatos da Dé. O nome da minha filha é Deborah Haydée.

  8. 8 Flora agosto 21, 2011 às 8:14 pm

    Que delícia de viagem. Vou acompanhar todinha.

  9. 9 eymard agosto 26, 2011 às 8:42 am

    Rosabsb vou meter o meu bedelho: se voce vai servir coquetel seguido de jantar, sirva espumante e vinho tinto para simplificar. Espumante é o nome que se dá ao “champagne” nacional ou dos nossos vizinhos. Ha bons espumantes brasileiros. Nao sei o que voce vai servir de jantar, mas um tinto nao muito encorpado sempre vai bem. Frizante, nao recomendo. E um tipo de vinho que ja fez muito sucesso (por ex o lambrusco), mas pode ser enjoativo. O BSB do teu nome significa que voce mora em Brasilia? Se eu estiver certo, recomendo que va na Super Adega (nao estou fazendo propaganda) e se aconselhe sobre os espumantes e vinhos disponíveis. Eles tem boas opçoes e, para grande quantidade, preços muito bons. Peça para degustar para ver se voces gostam. Outra dica em Brasilia é procurar o Fernando na Grand Cru. Eles tem um espumante argentino muito bom e com boa relacao custo-beneficio para este tipo de ocasiao. (socio, desculpe a invasao…..rs)

  10. 10 eduluz agosto 26, 2011 às 11:40 am

    Rosa, te mandei um email pitacando sobre os vinhos. A Dé adorou o comentário e eu, o nome da tua filha! 🙂

    Flora, acompanhe,por favor!!

    Sócio, já mandei um email pra Rosa e assim que obtivermos os sintomas verdadeiros, daremos o diagnóstico perfeito! Grato pela intervenção.

    Abs casamenteiros pra todos.

  11. 11 RosaBsb agosto 26, 2011 às 3:03 pm

    Obrigada Eymard e obrigada Edu!
    Sou virgem na matéria. Não sei a diferença entre vinho, prosseco e frisante. Espumante, já sei, é a champagne (nome permitido apenas para a bebida Francesa) e frisante é um vinho doce, certo? Me parece que as mulheres costumam gostar de frisante. Tem também sugestão dos jovens para vodka. E tem ainda a cerveja, o refrigerante, os sucos e água. Será apenas cerimônia civil. Não sei o que servir e em que momento da recepção: coquetel, jantar e depois bolo + doces. A dica da Superadega é muito boa, Eymard. O que eu quero é entender um pouco e definir o que servir e em que momento servir.
    Apesar de cada um ter um gosto, deve haver um ponto de convergência para não cometer gafes. Será uma recepção simples, mas quero que seja de bom gosto! A dica para simplificar é boa. Abraços!

  12. 12 eduluz agosto 30, 2011 às 12:46 pm

    Rosa, algumas mulheres gostam dos tais frisantes e dependendo do escolhido, elas tem uma tremenda dor de cabeça no outro dia!
    Simplificar é sempre a melhor medida.
    E não se esqueça da temperatura do dia. Ainda mais em Brasília. Se estiver muito calor, um bom vinho branco seria uma ótima solução (quando eu digo bom, um chileno já cairia bem).

    Abs casadoiros.

  13. 13 Rosa novembro 7, 2011 às 2:55 pm

    Edu e Eymard, estamos agora nos finalmentes do casório da filhota, fechamos em vinho tinto e espumante, além do wisky.
    As sugestões da SuperAdega são:
    Vinhos tintos: Yauquen Malbec; Sucre Carmenere Reserva ou Dom Candido Cabernet Sauvignon Reserva.
    Espumantes: Courmayeur, VeuveElise ou Marco Luigi.
    O que vocês me dizem? São bons, aceitáveis ou procuro outra alternativa?
    Algum entre as sugestões é de melhor qualidda?
    Abraços,
    Rosa


  1. 1 Unos brasileños de visita, o la Rioja que nos quitaron y alguna puntualización | About Basque Country Trackback em agosto 27, 2011 às 7:11 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 639 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1,344,091 hits
julho 2011
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: